Copa do Mundo de 2022 Grupo E – Japão

Esta é a sétima participação do Japão em uma final da Copa do Mundo. Os japoneses só se classificaram pela primeira vez em 1998. O Japão fracassou três vezes na rodada preliminar, e chegaram por três vezes às oitavas de final. Em 2018 na Rússia, a equipe japonesa causou uma grande surpresa, pelo menos em parte, quando vencia por 2×0 contra a favorita Bélgica. No entanto, os japoneses acabaram por perder por 3-2 contra os belgas.

A rota de qualificação

Na longa fase de classificação na Ásia para a Copa do Mundo de 2022, o Japão enfrentou pela primeira vez o Tadjiquistão, Quirguistão, Mongólia e Mianmar. Todas estas partidas foram vencidas com clareza, com o Japão marcando uma média de 5,7 gols por partida (incluindo uma vitória de 14-0 sobre a Mongólia). Na segunda rodada final, os adversários foram a Arábia Saudita, a Austrália, o Omã, a China e o Vietnã. Aqui, o Japão terminou em segundo lugar com 7 vitórias em 10 partidas, o que foi suficiente para a classificação direta. Surpreendentemente, perderam 1×0 contra o Omã e a Arábia Saudita.

Estrelas

Os jogadores mais conhecidos do Japão jogam nos principais campeonatos da Europa. O meia-atacante Daichi Kamada venceu a Liga Europa com o Eintracht Frankfurt. O lateral-direito Takehiro Tomiyasu joga regularmente no Arsenal de Londres, Takumi Minamino ganhou muita experiência no Liverpool FC, mas é mais um jogador suplementar lá. Wataru Endo, Hiroki Ito (ambos do VfB Stuttgart), Genki Haraguchi (Union Berlin) e Takuma Asano (VfL Bochum) têm experiência na Bundesliga. Takefusa Kubo é um talento promissor do Real Madrid que foi emprestado ao RCD Mallorca na última temporada.—ver Real Sociedad

Treinador

Hajime Moriyasu assumiu o cargo após a Copa do Mundo de 2018, tendo anteriormente servido como assistente de Akira Nishino. Desde então, houve 52 jogos com ele, dos quais 36 foram vencidos, com uma média de pontos de 2,19. Como técnico da seleção, o ex-jogador internacional fez um bom nome para si mesmo no Sanfrecce Hiroshima. O seu sistema de jogo preferido é um 4-3-3.

Melhor onze

Shuichi Gonda (Shimizu S-Pulse) – Takehiro Tomiyasu (Arsenal London), Maya Yoshida (Sampdoria Genoa), Hiroki Ito (VfB Stuttgart), Yuta Nakayama (PEC Zwolle) – Daichi Kamada (Eintracht Frankfurt), Wataru Endo (VfB Stuttgart), Genki Haraguchi (Union Berlin) – Takumi Minamino (Liverpool FC), Kyogo Furuhashi (Celtic Glasgow), Takefusa Kubo (Real Madrid)

Copa do Mundo 2022

No Grupo E, o Japão enfrentará a Espanha, a Costa Rica e a Alemanha. Devido à superioridade óbvia da Espanha e da Alemanha, o Japão tem apenas uma pequena chance de chegar às oitavas de final do torneio. No entanto, a equipe de Hajime Moriyasu não deve ser subestimada. Eles têm muitos jogadores rápidos e animados e têm muita experiência nas principais ligas européias. Pode-se certamente comparar os jogos da Espanha e da Alemanha contra o Japão com uma partida de copa, onde um favorito encontra um time ambicioso da segunda divisão que depende do jogo de contra-ataque. Apesar da velocidade, técnica fina e experiência, a principal falha dos asiáticos continua sendo uma certa falta de robustez física em comparação com os dois principais adversários de seu grupo. Mas a partida contra a Costa Rica também não será fácil para o Japão.

Conclusão: O Japão tem o potencial de perturbar um dos adversários favoritos do grupo, mas de modo geral eles não têm a estabilidade necessária na equipe.

Outras equipes do Grupo E: