Copa do Mundo de 2022 – Brasil (Grupo G)

O Brasil tradicionalmente representa a magia da bola e um futebol de sucesso. Os brasileiros são a única equipe que ganhou a Copa do Mundo 5 vezes: em 1958, 1962, 1970, 1994 e 2002. Também conquistaram dois vice-campeonatos mundiais (1950 e 1998) e ficaram em terceiro lugar duas vezes (1938 e 1978).

Desde sua primeira partida internacional em 1914, eles foram campeões sul-americanos 9 vezes e produziram muitas das maiores estrelas do futebol da história, como Pelé, Garrincha, Zico ou Neymar. O Brasil é a única equipe que participou de todos os torneios da Copa do Mundo desde 1930. Desde 1994, o Brasil sempre chegou pelo menos às quartas de final.

A rota de qualificação

O Brasil teve um percurso relativamente fácil nas partidas de qualificação da CONMEBOL. Em um total de 17 partidas, houve 14 vitórias, mais três empates (no Equador, na Argentina e na Colômbia). Curiosamente, ainda falta jogar uma partida das eliminatórias da Copa do Mundo, contra a Argentina em setembro de 2022, o que não terá nenhuma relação com a classificação final.

Estrelas

Nas duas últimas Copas do Mundo, Neymar (Paris St. Germain) ficou acima de todos os seus pares, mas outro jogador, Vinícius Jr., do Real Madrid, desde então, chamou a atenção do público. O potencial dos grandes jogadores no Brasil, no entanto, parece inesgotável: Raphinha (Barcelona), Fabinho (Liverpool FC), Marquinhos (PSG), Lucas Paqueta (West Ham United) ou Richarlison (Tottenham Hotspurs) já estão se aproximando das principais estrelas.
Allisson (Liverpool FC) e Ederson (Manchester City), são dois goleiros também se estabeleceram em uma posição que tem sido uma zona problemática para o Brasil durante anos.

Treinador

Adenor Leonardo Bacchi, conhecido como Tite, está à frente da Seleção desde 2016 e, por isso, já pode se manter por seis anos, o que representa uma posição de destaque no Brasil. Após a Copa do Mundo, porém, será o fim para a Tite. O treinador de 61 anos de idade tem uma média de 2,45 pontos em 74 jogos e perdeu apenas 5, mais recentemente para a Argentina na final da Copa América de 2021. Na Copa do Mundo de 2018, o Brasil perdeu sua partida das quartas-de-final para a Bélgica por 2-1. Seu sistema preferido de jogo contra equipes mais bem classificadas é o 4-2-3-1, mas o Brasil confia em táticas altamente variáveis.

Melhor onze

Alisson Becker (Liverpool FC) – Danilo (Juventus), Marquinhos (Paris St. Germain), Eder Militão (Real Madrid), Alex Telles (Sevilla FC) – Fabinho (Liverpool FC), Fred (Manchester United) – Vinícius Jr. (Real Madrid), Lucas Paquetá (West Ham United), Raphinha (Barcelona) – Neymar (Paris St.Germain).

COPA DO MUNDO 2022

Na Copa do Mundo de 2022, o Brasil enfrentará os adversários do Grupo G, Sérvia, Suíça e Camarões na fase de grupos. Pelo menos no papel, esta é uma tarefa viável e o Brasil deve ser capaz de prevalecer com relativa facilidade.

Por outro lado, o Brasil lutou muitas vezes no passado em jogos onde havia uma grande aposta, inclusive concentrando-se demais no talento de Neymar em 2014 e 2018, o que muitas vezes sobrecarregou a estrela. Na Copa do Mundo de 2022, Neymar parece estar aliviado de alguma da pressão, que já era evidente na fase de classificação. A grande pressão está fora para Neymar, com Vinícius e Raphinha, ele tem novos e fortes companheiros de equipe.

Em uma possível rodada de 16, poderia haver então um confronto com o Uruguai, a Coreia do Sul ou Gana, o que não deveria ser um problema. No entanto, se o adversário for Portugal, será um pouco mais apertado – e então é necessário um desempenho concentrado, caso contrário poderia significar a eliminação para o Brasil.

O Brasil será campeão mundial?

O Brasil é o principal favorito das casas de apostas. O potencial certamente está lá, e nas eliminatórias para a Copa do Mundo eles prevaleceram com facilidade – mas seu único rival sul-americano de alto nível da Argentina mostrou como se manter taticamente contra o Brasil. Além disso, apesar de suas superestrelas, falta ao Brasil um verdadeiro marcador de gols no centro do ataque.

Em última análise, como acontece com tanta freqüência, o Brasil só consegue vencer a si mesmo.

Outras equipes em 2022 Grupo G da Copa do Mundo: