Copa do Mundo de 2022 – Sérvia (Grupo G)

A equipe joga sob o nome da Sérvia apenas desde 2006. Antes disso, eles participaram de duas Copas do Mundo como Sérvia e Montenegro.

Como parte da equipe iugoslava, ficaram em 4ª lugar duas vezes e fizeram numerosas participações nas quartas-de-final.

Como Sérvia, foram eliminados no início do torneio, tanto em 2010 como em 2018.

Em 2018, seus adversários de grupo eram o Brasil, a Costa Rica e a Suíça, sendo que somente venceram a partida contra a Costa Rica.

O caminho para a qualificação

No Grupo A das eliminatórias europeias, a equipe sérvia enfrentou Portugal, Irlanda, Luxemburgo e Azerbaijão. De seus 8 jogos, eles venceram 6 e empataram duas vezes.

Até a última rodada, eles ainda estavam empatados em pontos atrás de Portugal, mas depois venceram por 2-1 no duelo direto em Portugal e assim surpreendentemente garantiram a vitória do grupo e o ingresso para a classificação direta.

O país ocupa atualmente a 25ª posição no ranking mundial da Fifa.

As estrelas

Particularmente notável é o goleador Dusan Vlahovic, que se destacou antes de sua transferência para a Juventus de Turim com seu extraordinário recorde de 24 gols em 24 partidas competitivas para o AC Fiorentina na rodada preliminar da temporada 21/22. Entretanto, na Juventus ele só conseguiu 11 gols em 21 jogos.

Ao vencer a Liga Europa, com Eintracht Frankfurt, Filip Kostic (agora na Juventus), esquerdino, também virou para si a atenção dos holofotes internacionais.

No meio-campo, Sergej Milinkovic-Savic (Lazio Roma) fornece ordem e ímpeto criativo.

O treinador

Como jogador, Dragan Stojkovic foi um dos excelentes meias do final dos anos 80 e início dos anos 90.

Como treinador, ele esteve principalmente ativo na região asiática entre 2008 e 2020 com Nagoya Grampus no Japão e Guangzhou na China.

Em março de 2021, ele assumiu a equipe nacional sérvia e obteve uma média de 2,06 pontos em 18 jogos com eles.

Seu sistema preferido de jogo com a Sérvia é um 3-4-1-2.

Melhor onze

Predrag Rajkovic (RCD Mallorca) – Nikola Milenkovic (AC Fiorentina), Strahinja Pavlovic (RB Salzburg), Milos Veljkovic (Werder Bremen) – Filip Kostic (Juventus), Nemanja Maksimovic (Getafe FC), Marko Grujic (FC Porto), Andrija Zivkovic (PAOK Thessaloniki) – Sergej Milinkovic-Savic (Lazio Roma) – Dusan Vlahovic (Juventus Turim), Dusan Tadic (Ajax)

Copa do Mundo 2022

A Sérvia enfrentará dois velhos conhecidos do Grupo G na Copa do Mundo no Qatar: O Brasil e a Suíça também estavam entre os adversários na Rússia. Além disso, haverá o forte representante africano, os Camarões.

O time sérvio de 2022 é tão forte quanto sempre foi e tem jogadores excecionais em todas as partes do time. Principalmente na ofensiva, a Sérvia pode causar estragos com seu atacante Dusan Vlahovic e o meia Filip Kostic, bem como a força motriz de Sergej Milinkovic-Savic.

E com Jovic e Mitroski, o técnico Stojakovic tem dois atacantes de primeira linha como alternativas.

Esta equipe pode enfrentar todos os adversários do grupo se seu treinador tiver um controle sobre os personagens muitas vezes difíceis.

Uma grande surpresa semelhante à do caso da Croácia 2018 é bem concebível.

Outras equipes do Grupo G da Copa do Mundo: